“Amor e Revolução” estar no ar há pouco mais de uma semana e já faz ferver os bastidores da televisão.

A Associação Beneficente dos Militares Inativos e Graduados da Aeronáutica (ABMIGAer), em documento divulgado na internet, organiza um abaixo assinado para tirar a novela de Tiago Santiago do ar. Até agora conta com apenas 300 assinaturas e se diz “caráter urgentíssimo”.

José Luiz Dalla Vecchia, secretário da ABMIGAer, acusa a emissora de ter fechado acordo com o Governo Federal para que o folhetim levantasse a bandeira da Comissão da Verdade – que pretende esclarecer casos de violação de Direitos Humanos ocorridos entre 1946 e 1988. E isso fica explícito nesta parte do documento: “Parece-nos que se trata de um acordo firmado com o empresário Silvio Santos, visando o saneamento do Banco Panamericano. As Forças Armadas não devem permitir que tal novela seja exibida.”.

O autor da novela, informou, no entanto, que o projeto de “Amor e Revolução” já existe há 15 anos e quando começou não sabia quem iria ganhar (Dilma) ou perder (Serra) as eleições de 2010, muito menos quem seria candidato. Tiago diz ainda que pretende ser o mais imparcial possível, tentando mostrar os dois lados da moeda. Entretanto nos depoimentos que vão ao ar no final da novela observa-se o contrário: são pessoas falando mal da ditadura e das forças armadas, o quanto sofreram, “sem que mostre o lado dos militares, as justificativas de quem deu o golpe”. A produtora da novela, Bruna Mathias, que organiza esses depoimentos, já tem 70 vídeos de pessoas que foram torturadas. Já o número de discursos da direita é inexpressivo: apenas dois. “E não são com os cabeças”, diz Bruna.

O coronel Gélio Fregapani, que integrou o antigo SNI (Serviço Nacional de Informações, agência de inteligênciacriada em junho de 1964), confirmou ao JT que também foi convidado pelo SBT para colaborar com o folhetim, mas não aceitou. “Estamos num momento em que temos confusões internacionais, logo virá uma guerra mundial e essa novela está reavivando uma ferida que só irá colaborar para a desunião”, disse ele. E completou, dizendo que “a forma do exército se manifestar nunca foi fazendo abaixo-assinado. E, sim, colocando os tenentes na rua e isso não seria o caso.”.

Outro general, o Durval Antunes Machado Pereira de Andrade Nery, que participou da cerimônia de concessão da TVS à Silvio Santos, diz que a novela faz um retrato negativo das forças armadas, que dominaram o país na década de 60. Para ele, é “sem sentido uma empresa falida, pertencente a um homem que já foi do governo militar, mostrar que as Forças Armadas não prestam”. Segundo Nery, a novela “não mostra que os guerrilheiros também saqueavam, sequestravam e hoje estão aí impunes, em cargos públicos”.

O SBT preferiu ficar inerte e não comentar o caso.

Com informações do blog “JT Variedades”, do Estadão

Afiliada da Record exibe cenas explícitas de um casal gay em reportagem do “Balanço Geral”

http://rd1imagens.files.wordpress.com/2011/04/sem-tc3adtulo.jpg

O sexo explícito rolou solto na TV Vitória, afiliada da Record no Espírito Santo. A emissora exibiu cenas de sexo entre dois homens em Vila Velha, em uma praia, sem nenhum tipo de censura.

O jornalista Marcelo Rosa disse que “dois homens, de porte físico avantajado, praticam sexo em plena orla”. E diz ainda: “A dupla de musculosos ignora estarem em um espaço público e não poupa nem um pouco na troca de carícias, que se tornam cada vez mais ousadas”.

As imagens foram cedidas pela Prefeitura de Vila Velha, e que foram ao ar pela Record no “Balanço Geral” no Espírito Santo.

Segue abaixo a reportagem feita pelo “Balanço Geral” em Vitória.


Aeroporto de Goiânia é segundo pior do país

Com obras pa­ra­li­sa­das há três anos e ta­xa de ocu­pa­ção qua­se qua­tro ve­zes aci­ma de sua ca­pa­ci­da­de, o aeroporto San­ta Ge­no­ve­va, em Go­i­â­nia, es­tá en­tre os 14 con­si­de­ra­dos em si­tu­a­ção crí­ti­ca no País. A aná­li­se foi di­vul­ga­da on­tem em no­ta téc­ni­ca do Ins­ti­tu­to de Pes­qui­sa Eco­nô­mi­ca Apli­ca­da (Ipea), fei­ta com ba­se em da­dos do bi­ê­nio 2009/2010. Se­gun­do o do­cu­men­to, o ae­ro­por­to da ca­pi­tal tem ca­pa­ci­da­de pa­ra re­ce­ber 600 mil usu­á­rios, mas, no ano pas­sa­do, o es­ta­be­le­ci­men­to re­ce­beu 2.349 mi­lhões de pes­so­as, atin­gin­do ta­xa de ocu­pa­ção de 391,50% aci­ma da ca­pa­ci­da­de – a se­gun­da mai­or dos 20 ae­ro­por­tos ana­li­sa­dos, atrás ape­nas de Vi­tó­ria (ES).
O es­tu­do mos­tra que o li­mi­te de efi­ci­ên­cia ope­ra­ci­o­nal de um ae­ro­por­to é uma ta­xa de ocu­pa­ção de 80% in­fe­ri­or ao li­mi­te do lo­cal. Pa­ra que a si­tu­a­ção em Go­i­â­nia fos­se con­si­de­ra­da ade­qua­da, por exem­plo, se­ria ne­ces­sá­rio que o re­gis­tro de pas­sa­gei­ros no lo­cal não ul­tra­pas­se os 480 mil anua­is. Ape­nas três ae­ro­por­tos, o Ga­le­ão (RJ), o de Sal­va­dor (BA) e o de Re­ci­fe (PE), man­ti­ve­ram o per­cen­tu­al de efi­ci­ên­cia na­que­le bi­ê­nio, com 67,94%, 71,81% e 74,16%, res­pec­ti­va­men­te.
Pa­ra re­sol­ver a si­tu­a­ção, a Em­pre­sa Bra­si­lei­ra de In­fra­es­tru­tu­ra Ae­ro­por­tu­á­ria (In­fra­e­ro) anun­ciou no iní­cio des­ta se­ma­na que a obra de cons­tru­ção do no­vo ter­mi­nal do San­ta Ge­no­ve­va de­ve ser re­to­ma­da em bre­ve. O pre­si­den­te do ór­gão, Gus­ta­vo Ma­tos do Va­le, afir­mou que a pre­vi­são é a de que, já na pró­xi­ma se­gun­da-fei­ra, a cons­tru­ção do Mó­du­lo Ope­ra­ci­o­nal Pro­vi­só­rio (MOP) – uma am­pli­a­ção que ser­ve de me­di­da pa­li­a­ti­va até a cons­tru­ção do no­vo ter­mi­nal de em­bar­que – se­rá re­to­ma­da. 
A obra do MOP, que já foi adi­a­da cin­co ve­zes, de­ve am­pli­ar a ca­pa­ci­da­de do lo­cal pa­ra 1 mi­lhão de usu­á­rios anua­is. O or­ça­men­to da am­pli­a­ção se­rá de R$ 2,4 mi­lhões e tem pre­vi­são de en­tre­ga em 160 di­as. A re­por­ta­gem en­trou em con­ta­to com a In­fra­e­ro pa­ra con­fir­mar o iní­cio da obra, mas, até o fi­nal da ma­nhã, o ór­gão não ha­via en­ca­mi­nha­do res­pos­ta.
A no­ta téc­ni­ca do Ipea faz bre­ve re­la­to da si­tu­a­ção de Go­i­â­nia, des­de 2006, quan­do o Tri­bu­nal de Con­tas da Uni­ão (TCU) re­a­li­zou au­di­to­ria na obra. Na oca­si­ão, en­con­trou pro­je­to bá­si­co de­fi­cien­te, so­bre­pre­ço de mais de R$ 73,5 mi­lhões e ine­xis­tên­cia de pro­je­tos de en­ge­nha­ria atu­a­li­za­dos. A no­ta in­for­ma que a pa­ra­li­sa­ção das re­for­mas foi por ini­ci­a­ti­va do con­sór­cio res­pon­sá­vel, de­pois de re­ten­ções cau­te­la­res apli­ca­das pe­la In­fra­e­ro.
ACOR­DO 
A aná­li­se do Ipea mos­tra que fo­ram fei­tas ten­ta­ti­vas de pac­tu­a­ção con­tra­tu­al com ba­se em pre­ços apre­sen­ta­dos pe­lo TCU, mas o con­sór­cio não en­trou em acor­do e acio­nou a In­fra­e­ro ju­di­cial­men­te. Em 2010, o con­tra­to foi sus­pen­so. Se­gun­do in­for­ma­ções do TCU, os re­cur­sos pre­vis­tos não fo­ram trans­fe­ri­dos aos em­pre­en­di­men­tos, uma vez que não exis­ti­am con­tra­tos em exe­cu­ção, ine­xis­tin­do pa­ga­men­tos ou exe­cu­ção fí­si­ca em 2009 e 2010. 
Atu­al­men­te, se­gun­do in­for­ma o do­cu­men­to do IPEA, o pro­ces­so de res­ci­são ju­di­cial es­tá na fa­se de re­a­li­za­ção de pe­rí­cia, que de­fi­ni­rá o que é ou não de­vi­do ao con­sór­cio exe­cu­tor das obras. “Mes­mo com a pe­rí­cia téc­ni­ca pron­ta, as par­tes ain­da po­dem di­ver­gir quan­to aos va­lo­res, e o pro­ces­so po­de le­var ain­da mais tem­po pa­ra ser con­cluí­do. A lon­ga pa­ra­li­sa­ção de al­gu­mas obras po­de­rá re­que­rer de­mo­li­ções.”(OHOJE)

Caio Castro exibe novo corte de cabelo.

Caio Castro foi clicado na tarde desta quinta-feira (14) se divertindo em uma praia na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Mesmo com o braço esquerdo imobilizado, o ator não perdeu o equilíbrio e mostrou intimidade com a bola, fazendo uma série de embaixadinhas. Caio estava com novo look raspadinho, bermuda, camiseta e óculos de sol. 

A assessoria de imprensa garantiu que Caio Castro está bem e que ele se machucou durante uma prática esportiva:

“Ele foi dar uma volta de snowboard, acabou tendo uma queda e luxou o braço, aproveitando as férias. Mas não foi nada grave, foi só uma luxação e em breve ele tira o gesso e está tudo certo com ele”, diz o assessor.

Caio Castro está aproveitando as férias da tevê, após dar vida ao Edgard de Ti-ti-ti, da Globo.

O Snowboard é um esporte semelhante ao surf, ou ao skate, na qual o atleta precisa se equilibrar em uma prancha, porém é praticado em encostas de montanhas onde exista neve.

Fazendeiro tinge ovelhas de laranja para evitar furtos.

Reprodução

Um fazendeiro britânico vem tingindo suas ovelhas de laranja para tentar impedir que elas sejam roubadas.

O roubo dos animais cresceu em cerca de 500% recentemente no país.

John Heard diz que, nos últimos dois anos, cerca de 200 de suas ovelhas desapareceram. 

Cada animal custa entre R$ 280 e R$ 400.

Sua tática parece estar funcionando, já que, desde que Heard começou a tingir as ovelhas, no ano passado, não teve nenhuma roubada.

Comer para dormir bem.

Noites maldormidas são o pesadelo de muitos brasileiros. De acordo com uma pesquisa divulgada pela Sociedade Brasileira do Sono (2009), 43% da população do País não descansa a mente e o corpo durante o sono. Os motivos podem ser diversos. “Há causas orgânicas, como disfunções da tireoide, ou psicológicas, como estresse e ansiedade”, explica a neurologista Rosana Cardoso Alves, do Centro de Neurologia e Medicina do Sono do Fleury Medicina e Saúde.

Sendo o sono essencial para repor as energias que gastamos durante o dia, a privação dele pode ser sentida em todo o organismo. “Os sintomas mais comuns são sonolência excessiva durante o dia, falta de atenção, alteração de memória, de humor e sensação de fadiga”, conta Rosana Cardoso.

Para driblar esses efeitos negativos e mandar a insônia para longe da cama, práticas diárias saudáveis são muito bem-vindas, que vão desde manter o quarto livre de ruídos e iluminação até fazer exercícios físicos regulares. Na alimentação, ganham destaque alguns alimentos que podem contribuir para relaxar o organismo e até acalmar os nervos, o que aumenta as chances de uma noite mais tranquila.

Triptofano: aliado do sono
A nutricionista Andréia Naves, diretora da VP Consultoria Nutricional, recomenda a ingestão de arroz (de preferência integral), amaranto, amido e flocos de milho e banana. Apesar de serem bem diferentes na composição nutricional, todos são ricos em triptofano, elemento que ajuda a aliviar o problema da insônia. Outros alimentos também apresentam a substância, como leite e derivados, quinoa e cacau. “O aminoácido é um indutor natural do sono, pois aumenta a quantidade de serotonina no cérebro”, esclarece a nutricionista Carla Yamashita, do Fleury Medicina e Saúde.

A serotonina já é um nome familiar aos nossos ouvidos. Famosa por promover o bom humor e regular o apetite, a substância é considerada um neurotransmissor, ou seja, uma molécula que atua na comunicação entre neurônios. Ela também contribui para regular o sono e é indicada por especialistas para combater causas comuns da insônia, como ansiedade, depressão e estresse. “A serotonina dá origem à melatonina, hormônio que influencia no momento de dormir, por reduzir a temperatura corporal e diminuir a latência para o início do sono”, conta a nutricionista Andréia Naves, diretora da VP Consultoria Nutricional.

Pizzaria de Bruno Gagliasso quita dívida e escapa de despejo.

Bruno Gagliasso na festa de lançamento da nova novela das seis Cordel Encantado (7/4/11)

Citado em uma ação de despejo movida pela Trastevere Patrimonial e Serviços LTDA por falta de pagamento do aluguel da pizzaria Família Gagliasso, localizada na zona oeste do Rio, a mãe de Bruno Gagliasso, Lúcia, e o padrasto do ator, Fernando Ferreira, depositaram na última quarta (13) a quantia de R$50 mil para quitar a dívida. De acordo com Lúcia, o restante será pago em sete parcelas de R$5 mil.

O processo corria em primeira instância na 5ª Vara Cível, na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio. O aluguel do espaço em que fica a pizzaria estava atrasado há três meses. Mariana Zonenschein, advogada da família Gagliasso, confirma que foi feito um acordo entre as partes e a dívida foi quitada. “Fizemos um acordo antes mesmo da citação dos réus [um deles era o ator Bruno Gagliasso]. O processo vai ser extinto”, explicou.

Silvio manda tirar Carlos Nascimento do SBT Brasil

Está o maior climão no jornalismo do SBT.

Carlos Nascimento e Karyn Bravo devem ser afastados do comando doSBT Brasil para serem substituídos por Rachel Sheherazade.

Ela era do SBT da Paraíba, caiu nas graças de Silvio Santos e foi transferida para a sede da emissora em São Paulo. Ficou conhecida por fazer críticas ao Carnaval na TV.

Se a mudança se concretizar, Nascimento ficará somente no Jornal do SBT Noite.

O destino de Karyn Bravo é incerto.

Museu islandês exibe coleção de pênis de animais.

Um museu falológico é uma das principais atrações turísticas de Husavik, na Islândia. O local tem em exposição pênis de baleias, focas, ursos e outros mamíferos. Entre os destaques está um pênis de 170 centímetros de uma baleia cachalote, que é conservado em formol. O museu foi criado por Sigurdur Hjartarson, que começou a reunir órgãos genitais há mais de 25 anos.

Turistas visitam museu do pênis nesta terça-feira em Husavik. (Foto: AP)Turistas visitam museu do pênis nesta terça-feira em Husavik. (Foto: AP)
Sigurdur Hjartarson, em foto de 2008, com o pênis de elefante de sua coleção. (Foto: Bob Strong/Reuters)Sigurdur Hjartarson, em foto de 2008, com o pênis de elefante de sua coleção. (Foto: Bob Strong/Reuters)

Cão é envolto em alumínio durante tratamento em spa de luxo.

Tratamento foi lançado por spa de luxo em Londres.
Ele custa entre 60 libras (R$ 155) e 150 libras (R$ 390).

O cão chamado 'Henry' é envolvo em folhas de alumínio depois de receber tratamento com lama do Mar Morto. O tratamento especial foi lançado por um spa de luxo para animais de estimação em Londres, na Inglaterra, e custa entre 60 libras (R$ 155) e 150 libras (R$ 390), dependendo do tamanho do animal, segundo o jornal inglês 'Daily Telegraph'. (Foto: Reprodução/Daily Telegraph)

O cão chamado ‘Henry’ é envolto em folhas de alumínio depois de receber tratamento com lama do Mar Morto. O tratamento especial foi lançado por um spa de luxo para animais de estimação em Londres, na Inglaterra, e custa entre 60 libras (R$ 155) e 150 libras (R$ 390), dependendo do tamanho do animal, segundo o jornal inglês ‘Daily Telegraph’. (Foto: Reprodução/Daily Telegraph)

Falta gasolina nos postos de Goiânia.

Gasolina liberada aos pou­cos para carregar os caminhões da distri­bui­ção é a situação observada no pátio das distribuidoras em Goiânia, no Setor Jardim Novo Mundo, visitadas pela repor­tagem de O HOJE. Ontem, cerca de cem caminhões estavam estacionados no local, muitos ti­nham como motivo a espera pelo combustível. A situação reflete na falta de gasolina em alguns postos em Goiás, que surpreende o consumidor desde sexta-feira (9).
De acordo com o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo (Sindiposto), Leandro Lisboa Novato, o que está ocorrendo é que o estoque da base de distribuição para os postos de Goiás não está dando conta de atender a toda a demanda. “O problema está em praticamente todas as distri­bui­doras”, explica.
O que falta é a gasolina pura, sem mistura com etanol, segundo Novato. “Os caminhões estão ficando parados esperando combustível”, reforça. Apesar disso, ele não tem informações de quantos postos já foram prejudicados.
Conforme Novato, o problema é pontual e “pode se resolver o mais rápido possível”. Ele analisa que, para não faltar mais gasolina nos postos de Goiânia, depende da Petrobras, já que é a estatal que realiza o abastecimento para a distribuição do combustí­vel. Em nota a O HOJE, a empresa informou que o abastecimento foi por ela está normal.
Motorista há 25 anos, Reginaldo Tibúrcio da Silva, 57, conta que toda vez que sobe o preço do etanol – atualmente, na capital, oscila entre R$ 2,35 e R$ 2,42 –, ocorre problema semelhante nas distribuidoras. “Não sabemos o motivo. A gente que faz a base vê isso muitas vezes no ano, não é a primeira vez”, revela.
Outros motoristas entrevistados pela reportagem relataram que algumas distribuidoras informaram que o problema seria no bombeamento do combustível no município de Paulínia, no Estado de São Paulo, para Goiânia. A informação não foi confirmada pela Petrobras. Em alguns postos visitados por O HOJE, observou-se a existência somente de gasolina aditivada (tipo Power).
“Estava aqui desde as seis da manhã, mas já consegui carregar. Mas tem pessoas que esperam há mais de dois dias”, contou Silva, no final da tarde de ontem. Alertou também que, além da longa espera, alguns caminhões não conseguem o carregamento total. “Alguns saem com 5 mil litros e tinha de ser 20 mil. Está um tumulto”, resume.

Roberto Justus pode voltar para a Record, diz jornal.

Roberto Justus pode voltar para a Record, diz jornal - Ag.News

Segundo a coluna Outro Canal, do Jornal Folha de S.Paulo, está forte o boato de que Roberto Justus pode voltar para a Record, antes do término de seu contrato com o SBT.

O publicitário e apresentador, que atualmente comanda uma atração na emissora de Silvio Santos, estaria sendo sondado por sua ex-emissora, a Record, para a próxima edição de “O Aprendiz”, no segundo semestre. Vale lembrar que era Justus quem fazia o programa desde a estreia, até 2009, antes de trocar de emissora e ser substituído por João Doria Jr.

Ainda segundo o jornal, Justus está sendo sondado pelo vice-presidente comercial da Record, Walter Zagari.

Mas, para Justus voltar, a Record terá de arcar com duas despesas: a multa contratual de Justus, hoje na casa dos R$ 20 milhões, e a dispensa de João Doria Jr., que tem em contrato a garantia da próxima edição de O Aprendiz.

Fontes ligadas a Justus não desmentiram as sondagens à publicação. Já o empresário disse que tem contrato até 2013.

“Estou em um momento excelente no SBT, com vários projetos”, disse Justus.

Já a Record, via assessoria, não quis se manifestar sobre o assunto.

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 59 milhões

Nenhum apostador acertou as seis dezenas sorteadas pela Caixa Econômica Federal (CEF), nesta quarta-feira (13), pelo concurso 1.274 da Mega-Sena.

Confira os números sorteados: 13 – 17 – 21 – 39 – 40 – 59

Segundo a Caixa, 166 apostas acertaram cinco números e cada uma vai receber R$ 19.039,00. Outras 11.088 apostas acertaram quatro números e cada uma receberá R$ 407,19.

De acordo com a Caixa, o prêmio acumulado para o próximo concurso é de R$ 59 milhões.

Novo vídeo divulgado pela policia mostra que atirador de escola no RIO planejava  crime desde 2010

‘Descobrirão quem eu sou da maneira mais radical’, diz atirador

A Polícia Civil do Rio divulgou nesta quarta-feira novas imagens de Wellington Menezes de Oliveira, 23, que atirou contra alunos da escola municipal Tasso da Silveira, em Realengo (zona oeste do Rio), matando 12 deles na quinta-feira (7).

Maioria acha que sou idiota; descobrirão
quem sou de forma radical”, diz atirador

O vídeo, com 58 segundos de duração, foi recuperado do disco rígido do computador do atirador. De acordo com a polícia, ainda não é possível determinar a data de gravação, porém os dados apontam que o arquivo foi acessado pela última vez em junho de 2010, o que indica que o crime já era planejado no ano passado. A polícia informou ter sido esse o único vídeo recuperado até agora.

“A maioria das pessoas me desrespeitam (sic), acham que sou um idiota, se aproveitam de minha bondade, me julgam antecipadamente. São falsas, desleais. Descobrirão quem eu sou da maneira mais radical numa ação que farei pelos meus semelhantes, que são humilhados, agredidos, desrespeitados em vários locais, principalmente em escolas e colégios, pelo fato de serem diferentes, de não fazerem parte do grupo dos infiéis, dos desleais, dos falsos, dos corruptos, dos maus. São humilhados por serem bons.”

Segundo o diretor geral de Polícia Técnico Científica, Sérgio da Costa Henriques, o último acesso ao HD onde estavam as imagens aconteceu em julho de 2010, o que significa que Wellington planejava o crime ao menos desde o ano passado. A polícia analisa dois HDs de computadores do atirador –um que foi queimado e outro que está íntegro. O vídeo foi retirado do HD íntegro.

“Tudo indica que ele usou uma câmera para gravar as imagens. Também estamos tentando recuperar outros dados da máquina dele”, disse Henriques.

Henriques afirma que as provas colhidas até agora e os laudos cadavéricos indicam que as meninas eram o principal alvo de Wellington. A maioria levou tiros na cabeça e no tórax.

Ainda de acordo com o especialista, não foi encontrada nenhuma prova que aponte suspeitas de ligação de Wellington com grupos extremistas. O laudo da perícia do computador do atirador deve ficar pronto em até o final do mês.

Henriques afirmou que será investigada a origem das imagens exibidas na noite de terça-feira (12) pelo “Jornal Nacional”, da TV Globo. Segundo ele, a polícia não tem essas imagens.

Homem sobe em mastro e tenta
atear fogo na bandeira do Brasil.

Ed Ferreira/AE

Um homem subiu no mastro do pavilhão nacional, na Praça dos Três Poderes, nesta manhã (13), onde tentou colocar fogo na bandeira do Brasil. Várias equipes do Corpo de Bombeiros foram ao local.

O homem subiu por uma escada interna do pavilhão, de 100 metros de altura, com uma pequena bandeira do Brasil na mão.

Ele falou ao vivo, por telefone, no Balanço Geral, da Record, que estava protestando pelo fato de seu CPF constar como o autor de uma ilegalidade que ele não cometeu. O homem se identificou como Paulo e disse ter 38 anos.

Ele também chegou a ameaçar atear fogo no próprio corpo, mas foi retirado do mastro por integrantes do Corpo de Bombeiros. Após ser resgatado do mastro da bandeira, o homem foi encaminhado a um hospital e, posteriormente, terá de explicar à polícia a tentativa de colocar fogo na bandeira nacional.

“Rio” é a maior abertura do ano nos cinemas brasileiros.

Com mais de 1,1 milhão de espectadores e 13,7 milhões de reais em renda, “Rio” conseguiu a maior abertura do ano no Brasil, além de ter marcado a melhor estreia de todos os tempos de uma animação nas bilheterias nacionais.
O drama “As Mães de Chico Xavier” conseguiu ficar no distante segundo lugar, com uma renda de 928 mil reais.
“Esposa de Mentirinha”, estrelada por Adam Sandler e Jeniffer Aniston, conseguiu manter o terceiro lugar em sua sexta semana em cartaz com R$ 902 mil.
Protagonizada por Wagner Moura, “VIPs” também manteve sua posição, e conseguiu mais R$ 857 mil.
Completa o top o longa de ação “Fúria Sobre Rodas”, com Nicolas Cage, que caiu da primeira para a quinta posição, com 591 mil reais.

Anúncios

O arcebispo do Rio, Dom Orani Tempesta, deu início por volta das 8h45 à missa de sétimo dia para as vítimas do massacre na escola Tasso da Silveira, em Realengo, na Zona Oeste do Rio. A cerimônia conta com a presença de várias autoridades, entre elas, o governador Sérgio Cabral e o prefeito Eduardo Paes. “É uma mensagem de esperança, de confiança, de estar junto e olhar para frente, para o futuro. E fazer da cidade um lugar de justiça e prosperidade”, disse o arcebispo, momentos antes de começar a missa.Um dos primeiros a falar, o ator MIlton Gonçalves interrompeu um silêncio emocionado do público, que cantou junto o Hino Nacional.

Multidão se aglomera para acompanhar a missa de sétimo dia das vítimas do atirador de Realengo (Foto: Thamine Leta/G1)

Após a missa, acontecerá um ato ecumênico no mesmo palco montado para a cerimônia. Representantes de outras religiões passarão mensagens de solidariedade para o público presente. Está previsto ainda um helicóptero da Polícia Civil que vai jogar pétalas de rosas em homenagem às famílias atingidas.

Funcionários começaram a montar ainda no fim da tarde de terça-feira (12) o palco que será usado para a realização da missa. O dia foi de grande movimentação na escola municipal Tasso da Silveira. Pais e alunos voltaram ao local onde 12 crianças foram mortas para buscar o material que ficou nas salas.

Um grupo de crianças se reuniu na porta da escola para um abraço simbólico. Leonardo Gomes dos Santos, de 15 anos, Isabel Monteiro, de 16, eram dois dos que deram as mãos para rezar na frente do portão. “A gente deciciu vir porque foi um episódio muito triste”, lembrou Leonardo. Isabel está organizando uma passeata pela paz, que deve percorrer as ruas do bairro, ainda sem data definida.

Em vídeos, atirador fala de razões para ataque a escola no Rio

Em vídeos, atirador de Realengo fala de razões para ataque (Em vídeos, atirador do Realengo fala de razões para ataque (Reprodução/TV Globo))

Em dois vídeos gravados antes de assassinar 12 crianças em uma escolade Realengo, no Rio de Janeiro, Wellington Menezes de Oliveira fala sobre as razões para atacar os estudantes. As imagens teriam sido feitas supostamente dois dias antes do massacre.

Ele aparece sem barba, na frente do que parece ser um muro.

Nas imagens, Wellington tem a mesma fisionomia e está no mesmo local de uma foto usada em um perfil atribuído a ele no site de relacionamentos Orkut. Aparentemente, o próprio rapaz gravou o vídeo.

Wellington fala de maneira confusa sobre os supostos motivos do crime e culpa pessoas que chama de “covardes” pelo ato que cometeu.

“A luta pela qual muitos irmãos no passado morreram, e eu morrerei, não é exclusivamente pelo que é conhecido como bullying. A nossa luta é contra pessoas cruéis, covardes, que se aproveitam da bondade, da inocência, da fraqueza de pessoas incapazes de se defenderem”, afirma.

Na segunda parte do vídeo, o assassino dá detalhes do longo planejamento da ação e diz porque tirou a barba de forma premeditada.

“Os irmãos observaram que eu raspei a barba. Foi necessário, porque eu já estava planejando ir ao local para estudar, ver uma forma de infiltração. Eu já tinha ido antes, há muitos meses. Eu fui. Eu ainda não usava barba. Eu fui para dar uma analisada”, diz.

O atirador também diz que esteve na escola dois dias antes do massacre. “Hoje, é segunda, terça-feira, aliás. Eu fui ontem, segunda. Hoje é terça-feira, dia 5. E essa foi uma tática para não despertar atenção. Apesar de eu ser sozinho, não ter uma família praticamente… eu vivo sozinho, não tenho pessoas a dar satisfação. Mas, como eu precisava ir ao local e interagir com pessoas, para não chamar atenção, eu decidi raspar a barba”, afirma.

O Instituto Médico Legal divulgou, nesta terça-feira (12), o laudo cadavérico de Wellington Menezes de Oliveira. Segundo o documento, o assassino sofreu lesões no crânio provocadas por um tiro na têmpora direita, o que comprova que ele se suicidou.

Time do Vôlei Futuro sofre acidente a caminho de jogo contra o Osasco.

O ônibus que levava o time do Vôlei Futuro sofreu um acidente e tombou a 500m do ginásio José Liberatti, onde enfrentaria o Osasco, na noite desta terça-feira. Nenhuma atleta sofreu lesões graves. A líbero americana Stacy Sykora, considerada a melhor do mundo no último Mundial, desmaiou no momento do acidente, mas teve só um corte na cabeça. Em estado de choque, ela foi sedada no Hospital Regional de Osasco e será transportada para o Hospital Sírio-Libanês.

ônibus do Vôlei Futuro sofre acidente (Foto: Fábio Rubinato / Ag. Estado)O ônibus do Vôlei Futuro, após o acidente, tombado sob a chuva (Foto: Fábio Rubinato / Ag. Estado)

A maior parte do elenco de Araçatuba segue no Hospital Regional de Osasco, submetendo-se a exames. Ainda não foi constatada nenhuma fratura. A ponta Neneca, com dores no pescoço, foi atendida por uma ambulância ainda no local do acidente e, em seguida, também foi levada ao hispital de Osasco.

Chovia muito no momento do acidente. Minutos depois, o ônibus que levava o time do Osasco para o ginásio passou pelo mesmo local. As atletas do time da casa avisaram a organização da partida e, em seguida, médicos que estavam no ginásio José Liberatti saíram para socorrer a equipe do Vôlei Futuro.

– Foi um susto. Eu não sei o que aconteceu. A impressão que eu tive foi que a gente caiu do viaduto no começo porque não tinha como o ônibus capotar ali. Chovia muito e para sair do ônibus foi muito difícil. Ficou uma lateral do ônibus toda no chão, então tivemos de sair por cima – relatou o técnico William, que foi até o ginásio José Liberatti dar explicações.

O treinador também disse que a líbero Stacy foi quem mais deixou as companheiras preocupadas.

– Ela desmaiou. A pessoa desmaia e você não sabe se ela bateu a cabeça. Estamos esperando informação do nosso pessoal de apoio, que está no hospital. Mas ela não tinha escoriações, não tinha sangue. A Fabi e a Joycinha choravam muito por causa da Stacy. Ela é uma pessoa muito querida, é a única que não tem família aqui – disse.

Pouco depois, foi constatado que a líbero americana sofreu apenas um corte na cabeça. A ponta Paula Pequeno, que foi para o ginásio José Liberatti depois do acidente, contou o que sentiu no momento em que o ônibus tombou.

– Na hora, ainda consegui socorrer o nosso cinegrafista, que não conseguia sentir o braço, ele ficou muito nervoso. A gente sentiu um impacto muito forte, e o ônibus já foi tombando, arrastando no chão, e as pessoas já estavam em cima de mim. Todo mundo foi jogado de uma vez. É numa fração de segundos, é horrível, você fica meio acreditando que não está acontecendo. É muito triste, muito preocupante no momento, mas agora está tudo bem.

A líbero Stephany também escapou sem ferimentos. A filha do técnico William, contudo, não conseguia entender o que provocou o acidente.

Dê uma olhada nesse GOL!

Gol igual a esse…nunca mais!

Morre o humorista Serginho Leite, aos 55 anos.

Morre o humorista Serginho Leite, aos 55 anos - Reprodução

O humorista Serginho Leite morreu na tarde desta quarta-feira (12), aos 55 anos, vítima de um infarto do miocárdio.

De acordo com a assessoria de imprensa do Hospital das Clínicas de São Paulo, Sergio de Souza Leite, deu entrada no hospital às 11h15 da manhã e teve óbito às 14h5. Assim que chegou ele foi prontamente atendido pela equipe de emergência do Hospital das Clínicas, mas não resistiu.

Serginho era casado com Tânia Leite e deixou dois filhos, Pedro e João. O humorista era considerado um dos maiores imitadores da televisão brasileira. Além de ator, ele era radialista, músico, violinista e compositor.

TV mostra presidente tcheco ‘furtando’ caneta em coletiva

Um vídeo que mostra o presidente da República Tcheca, Vaclav Klaus, supostamente furtando uma caneta durante uma coletiva de imprensa ao lado de seu colega chileno, Sebastián Piñera, faz sucesso na internet. O vídeo publicado pela emissora “Česká televize” foi parar em blogs e sites. No YouTube, as imagens já receberam mais de 600 mil acessos.

Pesidente da República Tcheca, Vaclav Klaus, teria furtado caneta. (Foto: Reprodução)Pesidente da República Tcheca, Vaclav Klaus, teria furtado caneta. (Foto: Reprodução)
Vaclav Klaus partipava de coletiva com chileno Sebastián Piñera. (Foto: Reprodução)Vaclav Klaus partipava de coletiva com chileno Sebastián Piñera. (Foto: Reprodução)

Mega-Sena pode pagar R$ 38 milhões nesta quarta.

A Mega-Sena pode pagar, nesta quarta-feira (13), o prêmio acumulado de R$ 38 milhões para quem acertar as dezenas da faixa principal da loteria. O sorteio do concurso 1.274 acontece a partir das 20h (horário de Brasília).

Os volantes devem ser registrados até as 19h (horário de Brasília), em qualquer casa lotérica do país. O preço da aposta simples, com seis dezenas, é de R$ 2.

De acordo com a Caixa Econômica Federal, o prêmio renderia cerca de R$ 200 mil por mês, se aplicado na poupança.

Será que existe balada saudável?

Sair à noite e virar a madrugada na festa é sempre bom: alivia a tensão do trabalho, desperta desejos, melhora a auto-estima… o único inconveniente é o dia seguinte. Freqüentemente, acabamos passando dos limites no horário, na bebida, no cigarro e em muitas outras coisas, o que pode prejudicar a saúde.

Além disso, a noite costuma envolver expectativas que nem sempre se concretizam, o que nos deixa ainda mais vulneráveis. Como explica a psicóloga Márcia Santos, “quando a festa é muito diferente do esperado, é comum as pessoas tentarem resolver a frustração se expondo demais ou forçando a barra para que as coisas se pareçam com aquilo que esperavam. Mas não há nada pior do que isso: quando as coisas não estão dando certo, o melhor é mesmo trocar de festa ou voltar para casa e dormir”.

É claro que estressar com isso também não adianta: todo mundo sabe que ser espontâneo é muito mais divertido. Mas sempre é possível tomar algumas providências simples que podem livrar sua consciência ao voltar da balada.

Veja as dicas:

  • Alimentação:

Alimente-se bem antes de sair de casa. Se você for dançar, abuse dos alimentos energéticos (carnes e massas) e dos líquidos.

  • Roupa:

A roupa não tem só que ser bonita, mas também confortável. Não use nada que aperte demais ou que prejudique a transpiração. Também dê uma atenção toda especial ao conforto dos sapatos.

  • Bebidas e cigarros:

Todo mundo sabe que o melhor é não consumi-los. Mas, se não tiver outro jeito, reduza as quantidades e beba MUITA água durante a noite.

  • Namoro:

O clima de festa e alegria pode ser perigoso na hora do sexo. Lembre-se: transar é SEMPRE de camisinha.

Depois da festa:
Coma frutas, beba sucos e água mineral. Descanse o máximo que puder para aliviar dores nas articulações. E, ao acordar, prefira alimentos leves, como saladas e frutas.

  • Segurança:

Tenha em mãos um número de telefone e sua identificação para caso de emergência. Não dirija se estiver com sono ou se tiver bebido, mas também não pegue carona com qualquer um.

BMG deve anunciar nesta quarta a compra do banco Schahin

__________________________________

Estão bem avançadas as conversas entre o BMG e o banco Schahin.
Tudo leva a crer que o BMG, que é um banco fechado, deve anunciar nesta quarta-feira a aquisição do banco Schahin.

Policiais inspecionam homem em Minamisoma, a cerca de 20km da usina de Fukushima (Foto: AP)
A Agência de Segurança Nuclear do Japão elevou, nesta terça-feira (12), o nível do desastre nuclear na central atômica de Fukushima Daiichi de 5 ao máximo 7, e confirmou que a usina lançou uma quantidade enorme de substâncias radioativas na atmosfera durante um período após os desastres naturais que atingiram o país em 11 de março, deixando mais de 13 mil mortos.Com a nova avaliação dos japoneses, o acidente em Fukushima se igualaria ao de Chernobyl, na Ucrânia, em 1986.De acordo com a agência, o índice reflete a gravidade inicial do acidente e não o momento atual. Segundo o governo japonês, caíram drasticamente os níveis de radiação no complexo. O Japão admite ainda que se esforça para recuperar o controle total do complexo. A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) confirmou, em Viena, Áustria, o alerta da Agência de Segurança Nuclear do Japão sobre a gravidade do acidente em Fukushima.Por meio de comunicado, informou que o nível do desastre atingiu qualificação máxima: 7, na Escala Internacional Nuclear (INES).Anteriormente, a agência de notícias local Kyodo informou que a Comissão de Segurança Nuclear do governo estimou que a quantidade de material radioativo que vazou dos reatores de Fukushima chegou ao máximo de 10.000 terabequerels por hora em um determinado ponto por diversas horas, o que classificaria o incidente como um grande acidente, de acordo com a escala internacional de intensidade Ines. O Japão já tinha classificado o acidente nos reatores operados pela Tokyo Electric Power Co (Tepco), cujos engenheiros ainda tentam estabilizar a usina, como nível 5, o mesmo estabelecido no acidente de 1979 em Three Mile Island, nos Estados Unidos.Em 11 de março, um terremoto de magnitude 9 seguido por um tsunami danificou os reatores do complexo nuclear Fukushima Daiichi, que desde então tem sofrido com vazamentos radioativos.(G1.com)
Níveis de radiação - Fukushima 7 (Foto: Arte/G1)
Efeitos da radiação nuclear sobre a saúde humana (Foto: Arte/G1)

Britânico mata ex-mulher e filho a machadadas usando máscara de terror.

Polícia disse que o ataque foi motivado porque o homem não conseguiu lidar com a separação (Foto: Cortesia Polícia da região de Thames Valley)

A Justiça da Grã-Bretanha condenou à prisão perpétua um homem que matou sua ex-mulher e o filho dela a machadadas, em uma sessão na qual ele usou uma máscara de terror.

Michael Kelly, 46, terá de passar pelo menos 30 anos preso pelo crime, cometido no dia 13 de dezembro do ano passado na casa onde eles haviam vivido em Banbury, perto de Oxford.

A polícia disse que o ataque foi motivado porque o homem não conseguiu lidar com a separação, um mês antes.

Segundo a polícia da região de Thames Valley, Michael e sua ex-mulher, Sally Cox, 43, haviam passado a morar juntos em fevereiro do ano passado.

Em novembro, eles se separaram e, nas palavras do detetive Peter Vigurs, que liderou a investigação, Michel Kelly ‘não conseguiu lidar com a separação’.

‘Esses assassinatos brutais foram cometidos por Kelly com um machado, enquanto ele usava uma terrível máscara de terror’, disse o inspetor.

No episódio morreram Sally Cox e seu filho, Martin Faulkner, 22.

A filha de Sally, Amy, que tinha 19 anos à época, só sobreviveu porque o irmão se colocou entre ela e o assassino.

A jovem pulou da janela de um quarto no primeiro andar da casa, escapando com ferimentos.

Uma outra garota, que não pode ser identificada por razões legais, conseguiu escapar da casa com vida.

A polícia crê que, de outra forma, Michael as teria matado também.

Kelly fugiu da cena do crime e foi preso poucas horas após a polícia encontrar os corpos.

Imagemde circuito interno mostra o momento da compra do machado usado no crime (Foto: Cortesia Polícia da região de Thames Valley )

Uma imagem obtida através de câmera de circuito interno mostra o momento em que ele compra, em uma loja, o machado usado no crime.

Durante o processo, ele admitiu as duas acusações de assassinato e outras duas de agressão física com intenção de causar dano.

Após a sentença, a família das vítimas emitiu um comunicado elogiando a decisão da Justiça, mas ressaltando que a punição não compensa a ‘perda significativa e triste’ causada por Michael.

 

Após cinco altas consecutivas, desde o mês dezembro do ano passado, o preço do etanol começou a baixar em alguns postos de combustível de Goiânia. Isso, depois de atingir o valor de R$ 2,49, o mais alto desde 1975, quando foi instituído o Programa Nacional do Álcool.

O produto já pode ser encontrado a R$ 2,39, uma queda de R$ 0,10. De acordo com o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado de Goiás (Sindposto), Leandro Lisboa, o início, ainda tímido, da colheita da cana-de-açúcar, e o escoamento do combustível estocado nas usinas, seriam o motivo da queda no preço do combustível.

Mesmo não apontando outras justificativas, Lisboa acredita que a tendência é que os preços continuem caindo. O aumento no preço do etanol nos últimos quatro meses foi de 47,3%, passando de R$ 1,69, em dezembro, para R$ 2,49, em abril.

Foto mostra atirador com barba comprida, um mês antes de ataques.

Foto mostra atirador com barba um mês antes de ataques (Reprodução/TV Globo)

A polícia vai investigar a rede de contatos na internet do homem que assassinou 12 crianças na semana passada, dentro de uma escola em Realengo, no Rio de Janeiro.

Wellington demonstrava fixação em atentados terroristas.

Esta era a fisionomia do autor do massacre até o mês passado: barba comprida e olhar fixo para a câmera. A foto faz parte do perfil de Wellington Menezes de Oliveira no programa de mensagens instantâneas MSN.

O assassino se apresentava como “Wellington Treze”. Ele mantinha contato com pelo menos seis pessoas.

A Justiça já concedeu a quebra do sigilo eletrônico de Wellington junto à empresa Microsoft, responsável pelo programa MSN.

Pelas evidências que recolheu até agora, a polícia acredita que Wellington tenha agido sozinho no planejamento e na execução do massacre. As conversas do assassino na internet são a peça que falta para descartar completamente a participação de outras pessoas no crime.

“O momento agora é de verificar se ele estava sozinho e, por isso, a investigação será encerrada no âmbito da Policia Civil, ou se ele agia em coautoria ou participação de alguém e se existia alguma participação criminosa”, afirmou a delegada Helen Sardenberg, da Delegacia de Combate aos Crimes de Informática.

Goiânia tem celulares de sobra

Go­i­â­nia é a quin­ta no Pa­ís com o mai­or nú­me­ro de linhas de apare­lhos ce­lu­la­res por ha­bi­tan­tes. De acor­do com o re­la­tó­rio men­sal da Agên­cia Na­ci­o­nal de Te­le­co­mu­ni­ca­ção (Ana­tel), a ci­da­de fe­chou fe­ve­rei­ro com 131,02 aces­sos pa­ra ca­da 100 ha­bi­tan­tes, o pri­mei­ro lu­gar é de Sal­va­dor (BA), com a mai­or den­si­da­de. No mês pas­sa­do, 17 Es­ta­dos já pos­su­í­am mais de um ce­lu­lar por ha­bi­tan­te e Go­i­ás es­tá na lis­ta.
No Es­ta­do exis­tem 6,9 mi­lhões de linhas de ce­lu­la­res habilitadas. Já no Bra­sil o nú­me­ro che­gou a 207,9 mi­lhões, o que cor­res­pon­de a um cres­ci­men­to de 2,28% com re­la­ção ao ano pas­sa­do. Em nú­me­ros ab­so­lu­tos is­so sig­ni­fi­ca o mai­or au­men­to de no­vas ha­bi­li­ta­ções no mês de fe­ve­rei­ro nos úl­ti­mos 11 anos, de acor­do com da­dos da Ana­tel. Já a quan­ti­da­de de li­nhas por ha­bi­tan­tes cres­ceu em 1,11% de ja­nei­ro pa­ra fe­ve­rei­ro.
Ou­tra ci­da­de go­i­a­na que es­tá no ranking dos municípios com mai­or nú­me­ro de ce­lu­la­res é Rio Ver­de, no sudoeste do Estado, com 108,12 aces­sos a ca­da 100 ha­bi­tan­tes, ocu­pan­do o 26° lu­gar no Pa­ís. Pa­ra a pro­fes­so­ra dos cur­sos de Ci­ên­cia e En­ge­nha­ria da Com­pu­ta­ção da Pon­ti­fí­cia Uni­ver­si­da­de Ca­tó­li­ca de Go­i­ás (PUC-GO) An­gé­li­ca da Sil­va Nu­nes, o nú­me­ro de li­nhas ha­bi­li­ta­das não sig­ni­fi­ca o mes­mo nú­me­ro de apa­re­lhos ce­lu­la­res, já que se po­pu­la­ri­za­ram apa­re­lhos com mais de um chip.
RA­DI­A­ÇÃO
Com mes­tra­do na área da te­le­fo­nia mó­vel, An­gé­li­ca ex­pli­ca que o mai­or im­pac­to com o au­men­to dos aces­sos de ce­lu­lar é pa­ra o vi­su­al da ci­da­de, pe­lo au­men­to do nú­me­ro de an­te­nas, e não pe­los pro­ble­mas com a ra­di­a­ção. “Quan­do se au­men­ta a quan­ti­da­de de usu­á­rios, di­mi­nui o al­can­ce de ca­da an­te­na, por is­so ve­mos mui­tas pe­la ci­da­de”, explica. Em Go­i­â­nia exis­tem 491 antenas es­pa­lha­das em vá­rios pon­tos, de acor­do com a Ana­tel. Se­gun­do ex­pli­cou a pro­fes­so­ra, ca­da uma tem uma quan­ti­da­de li­mi­te de aten­di­men­to.
“O au­men­to de ce­lu­la­res não quer di­zer que é uma ques­tão de sa­ú­de pú­bli­ca”, opi­na. An­gé­li­ca Nu­nes de­fen­de que a ra­di­a­ção emi­ti­da pe­lo ce­lu­lar exis­te, mas é pro­por­ci­o­nal ao pe­so, ou se­ja, a quan­ti­da­de emi­ti­da é de bai­xo ris­co, con­si­de­ran­do a mas­sa de uma pes­soa adul­ta. “Um be­bê ab­sor­ve mais pe­lo ta­ma­nho”, exem­pli­fi­ca. Quan­do o apa­re­lho es­tá des­li­ga­do, ele não emi­te ra­di­a­ção, co­mo in­for­mou a pro­fes­so­ra da PUC-GO, ape­nas quan­do o ce­lu­lar es­tá fun­cio­nan­do.
O maior perigo, segundo especialistas, é quanto ao uso inadequado da bateria. Caso a substituição seja feita por produto falso ou de marca diferente, corre-se o risco de o aparelho celular explodir. Os próprios fabricantes alertam nos manuais sobre os cuidados ao realizar a troca.(OHOJE)

“MULHER PERA” ACUSA EMPRESÁRIO DE TER LHE DADO CALOTE!

Suellem Rocha a mulher pera registrou um boltim de ocorrencia nesta segunda (11) após ter feito um show em Goiânia e de não ter recebido o valor combinado.  

Segundo ela o valor a receber era  de doze mil reais combinado com empresário sem qualquer contrato assinado, e o valor recebido foi de cinco mil reais.
Procurado pela imprensa o empresário disse que o resto do dinheiro foi depositado na conta do produtor da cantora. E agora quem está falando a verdade!?
 

Suspeito de matar irmãs em Cunha é preso.

A polícia prendeu na madrugada desta segunda-feira (11) Ananias dos Santos, principal suspeito de ter matado as irmãs Josely e Juliana em Cunha, no interior de São Paulo. As duas jovens, de 16 e 15 anos, desapareceram no dia 23 de março, quando voltavam da escola na cidade do Vale do Paraíba. Cinco dias depois, os corpos foram encontrados na zona rural, a 12 km de onde moravam. Elas foram mortas a tiros.

O suspeito, que havia fugido assim que começou a ser investigado, foi preso em Cunha. Para a polícia, ele matou as irmãs em local ainda desconhecido e depois teve ajuda de duas ou três pessoas para deixar os corpos no meio da mata, em uma região de difícil acesso.

O principal suspeito pelo duplo homicídio cumpria pena no Presídio Edgar Magalhães Noronha, em Tremembé, também no interior, mas não voltou depois da saída temporária de Páscoa, em 2009. Desde então, Ananias passou a morar com os pais, na zona rural de Cunha, no mesmo bairro em que as adolescentes viviam.

De acordo com as investigações, o jovem se interessou por Juliana, fato que despertou ciúmes na namorada, vizinha da família das vítimas. O pai das meninas prestou depoimento e disse que o suspeito do crime foi à casa dele após o desaparecimento e pediu para que ele escondesse um revólver.

Obra do puxadinho no aeroporto em Goiânia deve ser retomada na segunda-feira.

Foto

As obras do Módulo Operacional Provisório (MOP) do Aeroporto Santa Genoveva devem ser retomadas na próxima segunda-feira (18). O anúncio foi feito pelo presidente da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Gustavo do Vale, que se reuniu, nesta segunda-feira, em Goiânia, com o governador Marconi Perillo (PSDB). Popularmente conhecido como puxadinho, ele tem por objetivo ampliar a capacidade de atendimento e o conforto da sala de embarque enquanto o novo aeroporto não é construído.

O presidente da Infraero informou que o contrato com a nova empresa para terminar o puxadinho vai ser assinado esta semana. A previsão é de que a reforma seja inaugurada até o fim do ano.

Assim como a construção do novo terminal, que está parada desde abril de 2007, a obra do puxadinho foi suspensa em dezembro do ano passado, depois de ter seu término anunciado e adiado várias vezes desde 2009. Uma auditoria feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU) constatou que a paralisação das obras ocorreu devido a falhas no planejamento do processo licitatório feito pela Infraero. Falhas na condução do processo, segundo o TCU, restringiram a participação de um número maior de empresas na concorrência, conforme reportagem do jornal O Popular publicada no dia 2 deste mês.

O Aeroporto Santa Genoveva tem capacidade para receber 600 mil passageiros por ano, mas o número de embarques e desembarques é quase quatro vezes maior. Em 2010, foram 2,3 milhões de passageiros.

*Com informações do jornal O Popular e da TV Anhanguera.

Corinthians libera

cerveja para o Imperador Adriano.

AgNews

O Corinthians está mesmo disposto a tudo para fazer do atacante Adriano, principal reforço para a disputa do Campeonato Brasileiro, um jogador feliz durante sua passagem pelo clube. Bruno Mazziotti, fisioterapeuta do Alvinegro, confirmou que o camisa 10 não será obrigado a riscar bebidas alcoólicas de seu cardápio.
Segundo Mazziotti, qualquer atleta do elenco corintiano tem direito ao chamado “dia do lixo”, no qual as dietas são liberadas, com direito a vinho ou cerveja.

– Há um plano de reeducação alimentar para o Adriano, mas não se trata de uma dieta restritiva. O atleta tem direito a isso também e pode comer uma sobremesa, tomar um vinho ou uma cerveja uma vez por semana. Chamamos isso de dia do lixo.
O fisioterapeuta que ajudou Ronaldo Fenômeno a entrar em forma em 2009 e ser decisivo nas conquistas dos títulos paulista e da Copa do Brasil disse não temer que os supostos problemas de Adriano com bebidas alcoólicas voltem com a liberação.
– Não tememos qualquer tipo de problema com o Adriano. Se ele optar por trocar um chocolate por um copo de cerveja, tudo bem. Até porque não temos controle 24 horas sobre o atleta e se ele vai ou não ingerir bebida alcoólica.

Alexandre Mortágua faz funk ‘A loka do Rivotril’, com frases da mãe.

Depois de ficar em evidência por conta da briga com a mãe, que o levou a sair de casa no mês passado, Alexandre Mortágua agora ataca de DJ. Mas – por enquanto – é apenas uma brincadeira. Na onda das mixtapes, tendência dos anos 80 que voltou com força total – ele usa frases de “personalidades” do mundo gay para se divertir na mistura.

“É tudo uma grande brincadeira, mas estou me divertindo. Entrei nisso de música muito de entrão mesmo, não conheço muitos DJs, mas gosto muito do ‘DJ-playboyzada’ David Guetta e do Boss in Drama. Brincar com a situação ajuda, mas depende muito da cabeça da pessoa””, diz.
Em sua primeira mixtape, Alexandre usou frases da nova diva gay Luisa Marilac, travesti da Espanha, com mais de um milhão de acessos no Youtube. A segunda investida foi com frases de Vanessão, travesti do Nordeste, outro hit do Youtube.
E, na mais recente, Alexandre resolveu fazer uma brincadeira com o acontecimento com a mãe, Cristina Mortágua, que mudou a sua vida. Ele batizou a música de A Loca do Rivotril Vs.The World. O rapaz abre a sequência com Britney Spears (I Wanna Go) e as frases da mãe respondendo aos jornalistas com frases desconexas: “Ele foge de casa!” e “Ele se droga”.
“A situação já deixou de ser trágica e passou a ser engraçada! Vamos fazer um batidão bacana pra marcar as minhas apresentações nas baladas. Se for pra fazer uma mixtape ou escolher uma música pra ouvir na balada, os must-have são quase sempre os mesmos: Britney, Gaga, Kylie Minogue, Rihanna… resumindo: os pops chicletes”, define o estudante.
No final deste mês, ele toca no Teacher’s Club, em Vitória. Alexandre vai para a capital capixaba acompanhado da avó, que precisa sempre autorizar essas viagens.
“Eu não conheço muito da noite do Esprírito Santo, mas vou tentar levar o máximo do que eu conheço da noite carioca pra lá. Não tem como você falar de Rio sem falar de funk”, finaliza.
 

Idosa é presa após cortar cabo e deixar Geórgia e Armênia sem internet.

A georgiana Hayastan Shakarian, de 75 anos, foi presa em Armazi, na Geórgia, acusada de ter deixado sem internet a Geórgia e a Armênia em 28 de março. Ela teria cortado um cabo de fibra óptica enquanto escavava atrás de sucatas. A aposentada nega o crime. A idosa disse que estava apenas recolhendo lenha.

Hayastan Shakarian teria deixado sem internet a Geórgia e a Armênia em 28 de março. (Foto: Vano Shlamov/AFP)Hayastan Shakarian teria deixado sem internet a Geórgia e a Armênia em 28 de março. (Foto: Vano Shlamov/AFP)

Feira erótica exibe tecnologia dos brinquedinhos para adultos.

Esses vibradores são bonequinhos de homens que fazem parte da fantasia sexual de muitas mulheres: bombeiro, médico, policial e juiz. São importados e distribuídos pela Elos do Amor.
Os brinquedos eróticos mais luxuosos do mercado não se resumem mais aos objetos fálicos que vêm à mente quando se fala no assunto. Também ficou no passado o conceito de que a sex shop é uma loja de artigos só para pessoas solitárias, em busca de uma alternativa de prazer. As opções para serem usadas a dois são inúmeras e não param de crescer, o que não exclui as bonecas infláveis do mercado.
A 18ª Erótika Fair, realizada de 7 a 10 de abril de 2011, em São Paulo, reúne uma infinidade de artigos eróticos. Dos mais simples aos mais sofisticados. Entre os itens mais baratos e mais consumidos estão os cosméticos eróticos e pequenos brinquedos, segundo Evaldo Shiroma, organizador da feira. “Há produtos a partir de R$ 5”, conta ele, falando sobre os óleos de massagem comestíveis, pomadas que aquecem, dados que sugerem posições sexuais e perfumes afrodisíacos. “Além de baratos, esses itens servem como uma iniciação para o consumidor”, acredita Shiroma.
Segundo a empresária Waléria Albuquerque, que importa e distribui produtos eróticos, a tendência é que os itens se pareçam cada vez menos com brinquedos eróticos. E isso é visto na feira. Há muitos estimuladores sexuais em formato de bonecos (como patinhos de borracha), bichinhos de pelúcia que escondem um segredo em seu interior e vibradores em formatos nada sugestivos. “Agora, os consumidores querem opções que proporcionem prazer, mas, se alguém encontrar o produto, nem saberá do que se trata.”Quase reais
Apesar das novidades para os casais e da tendência de produtos mais discretos, um item continua fazendo sucesso entre os homens: as bonecas infláveis. As tradicionais, de plástico e com orifícios de borracha, não perderam seus fãs. Até as polêmicas bonecas inspiradas em mulheres famosas estão no Brasil, como as que sugerem uma transa com versões plásticas de Miley Cyrus e Beyoncé.

Mas esse tipo de boneca, mais antigo, tem uma grande concorrente: a “real doll” (boneca real, em tradução livre). Elas são feitas com um material chamado de “cyber skin”, que é semelhante à pele, e têm formas mais parecidas com as de uma mulher.

“Bonecas como essas podem custar até US$ 10 mil”, conta Shiroma. “Elas têm o peso de uma mulher real e a pele muda de temperatura se entrar em contato com a água quente, por exemplo. O cliente pode escolher os tons de pele, cabelo, olhos e até o número de orifícios –cada um custa US$ 250.”

Menos chocantes e bem aceitos pelo público são os masturbadores masculinos. Muitos deles sequer se parecem com um produto erótico (veja fotos no álbum). São forrados por um material de silicone que imita a sensação de uma penetração real ou de sexo oral –dependendo da textura escolhida pelo cliente.

Dando o exemplo: comportamento de risco pode ser influenciado por imagens de filmes e televisão.

Dando o exemplo: comportamento de risco pode ser influenciado por imagens de filmes e televisão (foto: razvan ionut/freedigitalphotos)

Um estudo que revisou mais de 25 anos de pesquisa na área aponta que ser exposto a imagens de atividades arriscadas – incluindo filmes, videogames e televisão – aumenta a incidência de comportamento de risco.

A metanálise buscou os dados colhidos em diversas pesquisas feitas entre 1983 e 2009 e que, juntas, somavam mais de 80 mil entrevistados entre 16 e 24 anos. Os estudos usavam diversos métodos, formatos de mídia e focavam diferentes tipos de comportamentos de risco. Os resultados da metanálise, liderada por Peter Fisher, pesquisador da Universidade de Regensburg, na Alemanha, foram publicados no periódicoPsychological Bulletin.

De acordo com o autor, os efeitos desse tipo de exposição midiática podem ser sentidos em curto e longo prazo, ou seja, os comportamentos ligados a essa exposição podem aflorar anos depois e quanto maior o tempo de exposição, maior o nível de riscos assumidos.

“A partir de nossa metanálise, a ‘glorificação do risco’, como aparece na TV e nas mídias de uma forma em geral, pode ter consequências e contribuir para aumentar os limites para os comportamentos arriscados e isso, como sabemos, também envolve consumo de álcool e outras drogas e, consequentemente, pode levar a fatalidades diversas, como as vistas no trânsito, por exemplo”, diz Fisher. “Nossos resultados vão à direção de diversas linhas de pesquisas atuais que corroboram a ligação entre risco e influência midiática e como isso afeta nossa cognição e nossas emoções.”

*com informações da American Psychological Association

Poucos sinais de vida em área esvaziada

O bair­ro de Odaka pa­re­ce ter pa­ra­do no tem­po des­de que foi aban­do­na­do, qua­se um mês atrás, lo­go de­pois do ter­re­mo­to se­gui­do de tsu­na­mi que de­vas­tou o nor­des­te do Ja­pão. Por­tas fo­ram lar­ga­das aber­tas, bi­ci­cle­tas fi­ca­ram aban­do­na­das. Um tá­xi va­zio es­tá es­ta­cio­na­do, so­zi­nho, di­an­te da es­ta­ção fer­ro­vi­á­ria. Pe­las ru­as va­zi­as, cã­es su­jos an­dam de um la­do pa­ra ou­tro e os úni­cos sons au­dí­veis são os la­ti­dos de­les e o gras­nar dos cor­vos.

Mui­tas ca­sas e es­ta­be­le­ci­men­tos co­mer­ci­ais da re­gi­ão es­ca­pa­ram dos da­nos ma­te­ri­ais cau­sa­dos pe­lo ter­re­mo­to se­gui­do de tsu­na­mi de 11 de mar­ço, mas os mo­ra­do­res ain­da não re­ce­be­ram per­mis­são pa­ra re­tor­nar à área es­va­zia­da por causa do va­za­men­to de ra­di­a­ção de uma usi­na nu­cle­ar pró­xi­ma da­ni­fi­ca­da pe­la pa­re­de de água do mar que avan­çou so­bre a re­gi­ão.
Con­tra­ri­an­do as re­co­men­da­ções das au­to­ri­da­des lo­ca­is, no en­tan­to, al­gu­mas pes­so­as re­gres­sa­ram a Odaka na ten­ta­ti­va de re­to­mar a vi­da que le­va­vam an­tes, mes­mo que o ce­ná­rio não se­ja o mais en­co­ra­ja­dor. “O ce­ná­rio é as­sus­ta­dor”, re­la­tou Ma­sa­hiko Saka­mo­to, de 59 anos, en­quan­to car­re­ga­va um ca­mi­nhão jun­to com mais du­as pes­so­as na quin­ta-fei­ra no es­ta­cio­na­men­to da em­pre­sa on­de tra­ba­lha. “To­do mun­do foi em­bo­ra. Acho que o nú­me­ro de pes­so­as que per­ma­ne­ce­ram é pró­xi­mo de ze­ro. Al­gu­mas pes­so­as vol­tam du­ran­te o dia. À noi­te é as­sus­ta­dor de­mais.”
A con­ver­sa com Saka­mo­to ocor­reu na ter­cei­ra vez em que ele vi­o­lou a área de res­tri­ção de 20 qui­lô­me­tros de raio es­ta­be­le­ci­da em tor­no do com­ple­xo nu­cle­ar de Fukus­hi­ma em meio à cri­se nu­cle­ar que su­ce­deu a ca­tás­tro­fe na­tu­ral. A ca­sa de Saka­mo­to, um su­per­vi­sor, tam­bém fi­ca den­tro da zo­na de res­tri­ção, mo­ti­vo pe­lo qual ele mo­ra ago­ra em um abri­go on­de o ní­vel de ra­di­a­ção de seu cor­po é me­di­do di­a­ria­men­te.
Ele sa­be dos pe­ri­gos que cor­re ao sa­ir pa­ra ir tra­ba­lhar, mas ale­ga que a pe­que­na fá­bri­ca de ci­lin­dros pa­ra má­qui­nas pe­sa­das on­de tra­ba­lha irá fa­lir se não con­se­guir re­to­mar ra­pi­da­men­te os ne­gó­ci­os. Ele acre­di­ta que a se­de da em­pre­sa po­de ser re­for­ma­da em uma se­ma­na, mas não en­quan­to per­sis­ti­rem os te­mo­res re­fe­ren­tes à ra­di­a­ção.
Fun­cio­ná­rios do go­ver­no ja­po­nês in­sis­tem em que é im­por­tan­te que as pes­so­as que mo­ra­vam na re­gi­ão es­va­zia­da – com po­pu­la­ção es­ti­ma­da em 70 mil a 80 mil ha­bi­tan­tes – con­ti­nu­em afas­ta­das, mas há pou­cos blo­quei­os ro­do­vi­á­rios e a po­lí­cia, na mai­or par­te do tem­po ocu­pa­da com ou­tras coi­sas, não tem for­ça­do as pes­so­as a fi­ca­rem lon­ge.

MASSACRE NO RIO!

Imagens mostram atirador e crianças fugindo em corredor.


O diretor de Políciatécnica e científica da Polícia Civil, Sérgio Henrique, que acompanha os trabalhos no IML, informou no início da noite desta quinta-feira (8) que há 12 corpos de crianças no local e outro está vindo do Hospital de Saracuruna, na Baixada Fluminense. A Polícia Civil do Rio de Janeiro divulgou o nome dos 11 estudantes mortos por Wellington Menezes de Oliveira, 23, durante o massacre na escola municipal Tasso da Silveira, em Realengo (zona oeste), na manhã desta quinta-feira. Outros três corpos ainda estão sendo identificados.

Veja abaixo a lista:

1- Karine Chagas de Oliveira, 14 anos

2- Rafael Pereira da Silva, 14 anos

3- Milena dos Santos Nascimento, 14 anos

4- Mariana Rocha de Souza, 12 anos

5- Larissa dos Santos Atanázio, (aguardando documento)

6- Bianca Rocha Tavares, 13 anos

7- Luiza Paula da Silveira, 14 anos

8- Laryssa Silva Martins, 13 anos

9- Géssica Guedes Pereira (aguardando documento)

10- Samira Pires Ribeiro, 13 anos

11- menina não identificada – aguardando identificação de familiares

O atirador disparou várias vezes contra os alunos de uma sala de aula de oitava série, com 40 alunos, no primeiro andar. Um sargento da polícia acertou o atirador na perna. No chão, ele se suicidou com um tiro na cabela, segundo a polícia.

Mais de 400 jovens estudam no local, em 14 turmas do 4º ao 9º ano. Segundo as últimas informações da Secretaria Estadual de Saúde, há 13 feridos, sendo dez meninas e três meninos –quatro estão em estado grave.

Como foi a tragédia em Realengo

Info sobre como ocorreu a tragédia em Realengo (Foto: Editoria de Arte/G1)

‘Ele atirava nas meninas para matar’, diz aluno que sobreviveu a ataque.

Mateus Moraes, de 13 anos, contou que conversou com o atirador (Foto: Fabrício Costa/G1)

O estudante Mateus Moraes, de 13 anos, contou que as meninas eram o alvo do atirador o ataque à Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na Zona Oeste do Rio. “Ele matava as meninas com tiros na cabeça. Nas meninas, ele atirava para matar. Nos meninos, os tiros eram só para machucar, nos braços ou nas pernas”, disse o aluno, acrescentando que o atirador saiu da sala cinco vezes para recarregar as arma, e a ação durou cerca de cinco minutos. O menino disse ainda que chegou a conversar com o atirador durante o ataque. “Estava no meio da aula de português quando ele apareceu. Só pedi a Deus para ele não me matar. E ele falou para eu ficar tranquilo que eu não ia morrer. Fiquei orando e pedindo a Deus para me guardar”, disse o aluno do 7º ano. Mateus não sabe se conseguirá voltar à escola depois de sobreviver ao ataque. “Não sei se vou voltar aqui por causa das lembranças”, disse o aluno, desolado.

Outros alunos também relataram momentos de pânico vividos no interior da escola na manhã desta quinta-feira (7).

A estudante Jade Ramos de Araújo, de 12 anos, disse que estava no meio de uma prova de Ciências quando começou a ouvir os disparos. “Todo mundo achou que era tiro, mas as professoras tentaram tranquilizar a turma”, contou a menina.

Segundo ela, as crianças gritavam muito, mas as professoras pediam para fazerem silêncio. “Elas diziam: ‘ele vai ficar nervoso, vai querer matar todo mundo'”. Ao entrar nas salas, ainda segundo a menina, o atirador disse para que as crianças ficassem de frente para a parede. “Ele pedia para virarem de costas para a parede e falava que ia matar todo mundo. Foi nessa hora que alguns conseguiram fugir”, relatou.

Nesse momento, de acordo com Jade, algumas crianças conseguiram correr em direção ao terceiro andar da escola. “Vi muito sangue nas escadas, crianças desmaiadas. Quando a gente subia tinha um bando de gente amontoada no chão. Os alunos foram pisoteados durante a fuga, as crianças iam fugindo subindo as escadas e algumas acabaram desmaiando”, disse.

A menina contou ainda que contou com a ajuda do irmão, de 17 anos, para sair da escola. “Meu irmão veio me buscar, ele procurou de porta em porta. O atirador ainda estava vivo quando ele entrou e conseguiu me tirar daqui”, falou.

Ísis Valverde fala sobre amor e desconversa sobre romance com Caio Castro.

De férias na TV após o sucesso como a Marcela em “Ti Ti Ti”, Ísis Valverde falou sobre amor em entrevista à “Caras”. “Uma descoberta constante. Ora tem seu ápice e, de repente, uma queda grande. Achava que a paixão era o amor ou vice-versa. Até hoje não consegui saber a diferença. Você pode estar apaixonada pelo seu amor. Então, para mim, ele é uma fênix, que renasce toda hora das cinzas”, conta ela, que rompeu, em março, o noivado com o empresário Luis Felipe Reif .

Em relação aos rumores sobre o suposto affair com o ex-colega de elenco Caio Castro, ela desconversa. “Estou solteira”, garante a atriz, que atualmente se dedica às filmagens de “Faroeste Caboclo”, em Brasília, longa inspirado na canção homônima da banda Legião Urbana.

Ao tentar se definir, a atriz, uma das mais requisitadas da nova geração, fica um tempo em silêncio antes de responder. “Cada dia descubro algo novo. Sou como o amor, uma criatura em desenvolvimento, que nasce e renasce o tempo todo. Uma hora estou madura, outra, criança. Tem gente que vai dizer: ‘por que ela está filosofando o tempo todo?’ Não estou. Só falo o que penso”.

Claudia Raia faz ensaio inspirado em Liza Minelli.

Usando peruca, atriz posa para a capa da revista “Junior”

Paschoal Rodrigues/Divulgação

Claudia Raia fez um ensaio inspirado em Liza Minelli para a revista “Junior”, voltada para o público gay. Ela foi clicada pelo fotógrafo Paschoal Rodrigues. Usando uma peruca de fios curtos, a atriz é a capa da edição de abril da publicação.

Com o fim da novela “Ti-ti-ti”, Claudia voltou a usar os cabelos castanhos. Ela havia tingido de loiro para a novela das 19h, encerrada no fim de março.

Paschoal Rodriguez
Paschoal Rodriguez

Sônia Abrão xinga twiteira que faz piada com seu programa.

Sônia Abrão não gostou da piadinha de uma usuária do Twitter, que escreveu falando da tragédia na escola Municipal Tasso da Silveira, em que um atirador matou 13 crianças nesta quinta-feira (7), em Realengo, no Rio de Janeiro. A pessoa em questão disse que a apresentadora iria salvar os assuntos de seu programa (A Tarde é Sua, na RedeTV!) durante uma semana.

“Tragédia de Realengo, salvando a pauta do programa da Sônia Abrão por uma semana!”, escreveu a twiteira.

Irada com o comentário, a apresentadora respondeu questionando a brincadeira com algo tão sério e triste e, por fim, mandou a moça para aquele lugar:

“Não é hora de piada idiota! Se você não tem coração, nem amor ao próximo nem respeito nesse momento trágico, vá pra puta que pariu!”.

Em resposta, a usuária do microblog publicou mensagens explicando que não estava fazendo piada com a tragédia e sim, com o programa de Sonia Abrão, que cobre diariamente assuntos relacionados a crimes.

“Muito legal ter que explicar piada! Ironia é coisa fina né minha gente!? DISCERNIMENTO! Fiz piada com o programa de TV e não com o desastre! Babies…”.

Na tarde de hoje, Sônia Abrão foi um dos assuntos mais comentados no Twitter entrando na lista do TT (Trending Topics).

Vídeo mostra a fuga dos alunos no ataque à escola Tasso da Silveira

Um vídeo postado no YouTube mostra a polícia chegando no momento em que Wellington Menezes de Oliveira provocava um massacre na Escola Tasso da Silveira, em Realengo. Os alunos fogem correndo, alguns ensanguentados. O ataque deixou pelo menos 11 estudantes mortos na manhã desta quinta-feira.

Leia trecho da carta do atirador que invadiu escola no RJ.

Wellington Menezes de Oliveira, homem que atirou contra escola municipal Tasso de Oliveira, em Realengo (Foto: Reprodução/TV Globo)

Na carta encontrada com o atirador que abriu fogo dentro da Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na Zona Oeste do Rio, na manhã desta quinta-feira (7), Wellington Menezes de Oliveira fala de questões religiosas e dá indícios de que o ataque foi premeditado, além de pedir perdão pelo crime. 11 crianças morreram e 13 estão feridas, sendo que quatro em estado grave.

  • Leia trecho da carta:

“Primeiramente deverão saber que os impuros não poderão me tocar sem luvas, somente os castos ou os que perderam suas castidades após o casamento e não se envolveram em adultério poderão me tocar sem usar luvas, ou seja, nenhum fornicador ou adúltero poderá ter um contato direto comigo, nem nada que seja impuro poderá tocar em meu sangue, nenhum impuro pode ter contato direto com um virgem sem sua permissão, os que cuidaram de meu sepultamento deverão retirar toda a minha vestimenta, me banhar, me secar e me envolver totalmente despido em um lençol branco que está neste prédio, em uma bolsa que deixei na primeira sala do primeiro andar, após me envolverem neste lençol poderão me colocar em meu caixão. Se possível, quero ser sepultado ao lado da sepultura onde minha mãe dorme. Minha mãe se chama Dicéa Menezes de Oliveira e está sepultada no cemitério Murundu. Preciso de visita de um fiel seguidor de Dues em minha sepultura pelo menos uma vez, preciso que ele ore diante de minha sepultura pedindo o perdão de Deus pelo o que eu fiz rogando para que na sua vinda Jesus me desperte do sono da morte para a vida.”

Homem invade escola pública e dispara contra alunos, no Rio de Janeiro

Um homem invadiu na manhã desta quinta-feira (7) a escola municipal Tasso da Silveira, na rua General Bernardino de Matos, em Realengo, na zona oeste do Rio de Janeiro. Ele disparou várias vezes contra os alunos de uma sala de aula de oitava série, com 40 alunos, no primeiro andar. Mais de 400 jovens estudam no local, em 14 turmas do 4º ao 9º ano. As primeira informações passadas pelo coronel Evandro Bezerra, relações públicas do Corpo de Bombeiros do Rio, eram que de 13 pessoas haviam morrido, mas o número divulgado neste momento é de 10 crianças mortas –9 meninas e um menino– e o atirador, que, segundo a Polícia Militar, atirou contra a própria cabeça.

Os feridos foram levados para o Hospital Estadual Albert Schweitzer. Algumas crianças em estados mais graves estão sendo redirecionadas para outros hospitais, como o Miguel Couto e o Souza Aguiar.

A direção da unidade de ensino informou que o homem se passou por um palestrante para entrar na escola. Com o barulho dos tiros, houve muita gritaria e os professores trancaram as portas das salas para proteger os alunos.

Ele estaria usando uma roupa que imitava fardamento militar e entrou na escola com duas pistolas e muita munição.

O homem que abriu fogo em uma escola em Realengo, na Zona Oeste do Rio, foi identificado pela políciia como Wellington Menezes de Oliveira, de 23 anos. Segundo a Polícia Militar, ele era ex-aluno da Escola Municipal Tasso da Silveira.

De acordo com o coronel Djalma Beltrami, Wellington deixou uma carta, segundo ele, com inscrições complicadas, no local.

“Ele tinha a determinação de se suicidar depois da tragédia”, contou Beltrami. A carta foi entregue a agentes da Divisão de Homicídios.

Conhecido na escola por ser ex-aluno, ele teria entrado sob alegação de que iria fazer uma palestra. Segundo a polícia ele usou dois revólveres, que chegou a recarregar várias vezes.

Mortos e feridos
De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, 11 pessoas morreram e 18 ficaram feridas. O Relações Públicas da Polícia Militar, coronel Ibis Pereira, confirmou que o atirador morreu. Não se sabe ainda que o suspeito está neste número de mortos.

“Ele deu um tiro na cabeça da minha amiga”, diz aluna de 12 anos.

Mulher chora após ataque a escola no Rio

Chorando muito e ainda em choque, a estudante C., de 12 anos, aluna da 6ª série da turma 1704, da Escola Municipal Tasso da Silveira, contou o que aconteceu na manhã desta quinta-feira em Realengo, zona oeste do Rio, quando um homem matou e feriu dezenas de pessoas. “Foi uma cena que eu nunca vou esquecer”, disse a menina.

Por volta de 8h30, C. ouviu disparos. “A professora falou que era algum engraçadinho soltando bombas”, lembra. Em seguida, quando os disparos foram ficando mais fortes, a professora permitiu que os alunos começassem a sair da sala. “Aí, foi quando ele entrou na sala da turma, gritando muito. Ele parecida descontrolado”, narrou.

“Ele” é Wellington Menezes de Oliveira, de 23 anos, ex-aluno que invadiu a Escola de C. e atirou em diversas crianças. “Ele deu um tiro na cabeça da minha amiga e saiu correndo para a próxima sala”, disse. Segundo C., ele tinha duas armas, uma pequena e outra maior.

“As crianças começaram a ficar descontroladas e desceram do segundo para o primeiro piso”, disse. Algumas crianças, segundo a estudante, caíram da escada tentando descer com maior rapidez.

A estudante contou que ao sair de sua sala, viu, na turma vizinha, que as crianças estavam tentado se esconder debaixo das mesas. “Vi meus amigos descendo correndo, ensanguentados, e outros caídos na escada”, contou.

Ainda correndo, a menina conseguiu sair da escola e foi direto para sua casa, localizada em uma rua próxima à escola. Ela então tirou o uniforme, tomou banho, colocou uma camiseta preta e uma bermuda e retornou à escola acompanhada do tio. Ao chegar à escola, a polícia já estava no local prestando os primeiros socorros às vítimas.

‘Pensei que fosse morrer’, conta aluno de escola atacada no RJ.

O estudante Marcus Vinícius (Foto: Thamine Leta/G1)

O estudante Marcus Vinicius estava no último andar da Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na Zona Oeste do Rio, quando ouviu muitos tiros.

“A professora mandou todo mundo abaixar e trancou a porta. Foi terrível. Fiquei muito nervoso. Pensei que fosse morrer”, diz o menino, de 10 anos.

Sua mãe, Lúcia Regina Nunes, que mora em frente à escola, ao ouvir os primeiros disparos correu preocupada para ver o que acontecera.

“Nunca vi isso aqui. É um lugar calmo. Só ouvi barulho de tiros. Meu filho e meus dois sobrinhos estudam nesta escola. Fiquei desesperada”, lembra ela.

Dilma diz estar ‘chocada e consternada’ com tiroteio no Rio.

Dilma se emocionou com mortes de crianças em escola do Rio. Foto: Ricardo Stuckert Filho/Divulgação

A presidente Dilma Rousseff disse nesta quinta-feira estar “chocada e consternada” com a tragédia ocorrida numa escola municipal de Realengo, zona oeste do Rio. Através do porta-voz da Presidência da República, Rodrigo Baena Soares, ela informou estar acompanhando “com grave preocupação” o tiroteio na capital fluminense.

Durante a manhã, após a confirmação da tragédia, Dilma conversou com o governador Sérgio Cabral e com o prefeito Eduardo Paes para se informar dos detalhes sobre o episódio. Por determinação da presidente, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, irá avaliar as condições de segurança da região do tiroteio e determinar que providências podem ser tomadas.

‘Cumpri o meu dever’, diz sargento que baleou atirador no RJ.

'Cumpri o meu dever', afirma sargento que baleou atirador (Reprodução/TV Globo)

“Cumpri o meu dever.” Foi assim que o sargento Márcio Alves resumiu a ação na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na Zona Oeste do Rio, em que 12 crianças e o atirador morreram. Segundo ele, Wellington Menezes de Oliveira foi baleado e, depois de ferido, se suicidou.

“Cheguei já estava ocorrendo os tiros. No segundo andar, encontrei o meliante saindo de uma sala. Ele apontou a arma na minha direção, foi baleado, caiu na escada e cometeu o suicídio”, contou Alves, que lembrou ainda que o atirador usava um cinturão com munição.

Chamado de herói pelo governador Sérgio Cabral, ele disse ainda que, pai de filhos nesta idade, o sentimento é de tristeza pelas vítimas e pelos alunos que presenciaram o ataque. “Se eu tivesse chegado cinco minutos antes, teria evitado”, ponderou ele, que tem 18 anos de polícia.

“Depois de tudo, teve uma criança que me agradeceu muito. Ela me abraçou e me deu um beijo”, lembrou Alves.

Cabral agradece sargento
O governador do Rio, Sergio Cabral, disse que o massacre na escola em Realengo só não foi maior pela ação de um herói da Polícia Militar e uma heroína da escola. “Gostaria de agradecer ao herói, o sargento Alves, que estava participando de uma operação, a dois quarteirões, do Detro junto com o BPRV. E o sargento Alves foi convocado por dois meninos”, disse Cabral, que elogiou ainda a professora que mandou os estudantes procurarem ajuda.

Segundo Cabral, a primeira pessoa com quem o atirador falou ao chegar à escola foi uma professora. “A professora da sala de leitura conversou com ele e o reconheceu. Pediu um instante e ele cometeu essa covardia contra crianças inocentes.”

O prefeito Eduardo Paes também agradeceu a atuação policial em Realengo. “A gente está diante de uma tragédia que podia ser muito pior se não fosse a ação de um PM, um herói que atingiu esse criminoso e conseguiu impedir que ele continuasse esse massacre aqui. Quero agradecer às forças policiais”, disse.